CURSOS

Iniciação

Dirigido aos alunos com pouca ou nenhuma vivência pedagógico-musical, o curso de Iniciação Musical é a primeira etapa para aqueles que ingressam nos cursos regulares do Conservatório Pernambucano de Música. Sua matriz curricular é constituída por disciplinas práticas e teóricas - desde o primeiro semestre até a conclusão do curso. Sua duração varia de acordo com a idade de ingresso do(a) estudante. Sendo de 08 semestres para os alunos que ingressam aos 7-8 anos - I.M. A; de 07 semestres para os que ingressam aos 09-10 anos - I.M. B; de 05 semestres para os que ingressam aos 11-12 - I.M. C; e de 03 semestres para os que ingressam a partir dos 13 anos de idade - I.M. D. Além das atividades pedagógicas letivas, os alunos da Iniciação Musical dispõem de uma diversificada gama de atividades extra-curriculares e de livre acesso às apresentações de todas as atividades artísticas promovidas pelo Conservatório Pernambucano de Música. Ao término do curso, os alunos concluintes recebem o Certificado de Conclusão e estão aptos para ingressarem no curso Preparatório.

Preparatório

O Preparatório é o curso subsequente ao da Iniciação Musical. O nome advém da ação de preparar o aluno para o curso técnico. Ele tem duração de dois anos, divididos em quatro (4) semestres, como mostra o quadro abaixo:

 

P1

P2

P3

P4

CANTO CORAL 1

CANTO CORAL 2

APRECIAÇÃO MUSICAL 1

APRECIAÇÃO MUSICAL 2

 

As disciplinas P1 a P4 (PREPARATÓRIO 1 ao 4) são as que envolvem Teoria Musical, Percepção Musical e Solfejo. Na disciplina de CANTO CORAL os alunos cantam repertórios em uníssono, duas, três e até quatro vozes, mas não com alto grau de dificuldade.

Nas disciplinas de Apreciação Musical os alunos trabalham uma escuta musical mais direcionada. O aluno será exposto a músicas do repertório erudito medieval, renascentista, barroco, clássico, romântico e do século XX (APRECIAÇÃO MUSICAL 1); e a músicas do repertório popular e folclórico brasileiro, como modinhas, lundus, maxixe, choro, marcha, samba, frevo, baião, bossa nova, entre outros (APRECIAÇÃO MUSICAL 2).

Técnicos

Os cursos técnicos do Conservatório Pernambucano de Música são cursos profissionalizantes, recredenciados pela portaria da SEE Nº 1133 de 11 de março de 2015, e autorizados pelas portarias: SE Nº 317 de 13 de janeiro de 2014 (INSTRUMENTO MUSICAL), SEE Nº 3844 de 17 de julho de 2014 (CANTO; e REGÊNCIA), e SEE Nº 3845 de 17 de julho de 2014 (COMPOSIÇÃO E ARRANJO). O curso de instrumento musical abrange:

  • SOPROS: Clarinete, Fagote, Flauta Doce, Flauta Transversa, Oboé, Saxofone, Trombone, Trompete e Tuba.
  • CORDAS FRICCIONADAS: Contrabaixo Acústico, Viola, Violino e Violoncelo.
  • CORDAS DEDILHADAS: Bandolim, Cavaquinho, Contrabaixo Elétrico, Guitarra, Viola de 10 Cordas, Violão de 7 Cordas, Violão Erudito e Violão Popular.
  • TECLAS: Acordeom, Cravo, Piano Erudito, Piano Popular e Teclado.
  • PERCUSSÃO: Bateria, Percussão Erudita e Percussão Popular.

Para cursar qualquer um desses cursos técnicos o aluno deve ter um conhecimento musical, teórico e prático, prévio. E para ingressar no mesmo, o candidato deve submeter-se a um processo seletivo que contém provas de teoria musical, percepção musical, solfejo e prática (instrumento, canto, regência ou composição).

Matrizes Curriculares:

Livres

Os cursos livres são destinados a pessoas que já tenham experiência anterior, mas que não desejam a profissionalização e que já se encontram numa faixa etária mais avançada (idade igual ou superior a 21 anos para instrumento e 26 anos para canto). Com duração de 02 (dois) anos, o aluno terá oportunidade de aperfeiçoar seus conhecimentos, tendo uma aula prática por semana. Para admissão neste curso, o candidato fará uma entrevista e um teste de habilidade especifica no instrumento/canto. Ao término do curso, será conferido um Certificado de Conclusão desde que o aluno se apresente em audição pública.

Educação Inclusiva

O Conservatório Pernambucano de Música oferece, além de seus cursos regulares e livres, possui o atendimento a pessoas com necessidades especiais. Com o intuito de organizar e melhor atender esse público, o Conservatório criou o Núcleo de Educação Musical Inclusiva – NEMUSI, sob a organização e supervisão das Professoras Conceição Rocha e Daniela Genuíno.

O NEMUSI se destina a dois trabalhos distintos: o Apoio Pedagógico Musical (APM) para os alunos de sala de aula, mas com dificuldades de aprendizado e/ou de convivência (comportamental): Dispersão, Hiperatividade, Transtorno de Atenção, Dislexia, Transtorno Opositor-desafiador, Síndrome de Asperger, Instrospecção e Transtornos de Comportamento de diversas origens; e a Iniciação Musical Especial (IME) alunos com necessidades educativas especiais, com suas especificidades de diferentes naturezas (Paralisia Cerebral, Deficiência Mental, Síndrome de Down, Autismo, Esquizofrenia e outras síndromes).  No primeiro caso objetivamos sua melhoria no aprendizado e/ou convivência; No segundo caso, possibilitamos a atividade musical cuidando do desenvolvimento integral do aluno (cognição, afetividade, auto-imagem e auto-estima), condições vitais para um bom aprendizado, independente de sua condição física, mental ou espiritual.

      Trabalhamos em constante contato com a família facilitando sua participação, favorecendo sua auto-estima, construindo uma relação de confiança e motivando um compromisso de parceria.

CALENDÁRIO

dezembro 2017
D S T Q Q S S
« nov    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31