Segunda noite de concerto em homenagem aos 87 anos do CPM reuniu a Orquestra de Câmara de Pernambuco e o Coro de Câmara do CPM

Segunda noite de concerto em homenagem aos 87 anos do CPM reuniu a Orquestra de Câmara de Pernambuco e o Coro de Câmara do CPM

A segunda noite das comemorações dos 87 anos do Conservatório Pernambuco de Música (CPM), no Teatro Santa Isabel, contou com um espetáculo protagonizado pela Orquestra de Câmara de Pernambuco e o Coro de Câmara do COM, sob a regência do maestro José Renato Accioly. Antes das apresentações oficiais, o público presente apreciou ainda um flash mob com o grupo Blue Jeans. A ação, que aconteceu no hall de entrada do teatro, foi embalada por músicas dos anos 70.

Formado por alunos de instrumentos da escola, mas que também cantam, o Blue Jeans fez o público dançar ao som de músicas como “Minha fama de mau” e “Meu carro é vermelho”, ambas de Erasmo Carlos. “Estamos aqui esperando para entrar em um concerto e, de repente, surgem esses meninos talentosíssimos, achei o máximo”, declara Luiza Borba. “Esse foi um aquecimento para essa noite tão especial. Pela segunda vez, apresentamos nosso projeto em versão flash mob, e acho que é muito legal ver o encantamento do público, a surpresa, isso é muito recompensador”, diz Wevertton Weslley, cantor do grupo.

Regida pelo Maestro José Renato Accioly, a Orquestra de Câmara, na companhia do Coro de Câmara, realizaram o concerto divido em duas partes. Na primeira parte do concerto os solistas Rodrigo Cruz e Mônica Muniz, interpretaram, respectivamente, “Canção do Toreador” e “Habanera”, ambas da Ópera de Carmem. Já a solista Natália Duarte interpretou a Ária da Boneca da Ópera “Les contes d’Holffmann”. “Fui aluna do conservatório no curso técnico em canto e, para mim, é uma honra participar desse concerto. É uma oportunidade maravilhosa de mostrar tudo que foi aprendido e estar participando desse momento em homenagem aos 87 anos do CPM, é maravilhoso”, fala Natália.

Na segunda parte do concerto, os músicos relembraram clássicos da Disney como músicas “A Noviça Rebelde”; “O Fantasma da Ópera”; “O Rei Leão”; entre outras. “É com muita alegria estar que estamos mostrando as possibilidades que a música vocal tem. Fazemos Ópera e vamos mostrar algo mais intimista, como música de câmara com instrumentos de cordas e solistas, além dos musicais, que é uma derivação da Ópera”, pontua o regente.

A noite também foi especial para Rosineide Rangel, que levou a mãe Josefa Rangel, de 100 anos, para assistir pela primeira vez um concerto. “Foi maravilhoso, espetacular, uma noite inesquecível. Minha mãe ficou encantada com o talento dos cantores”, declara.

Compartilhe nas redes sociais

LEIA MAIS

Espetáculo “Musicais” encanta plateia no Teatro de Santa Isabel

Espetáculo “Musicais” encanta plateia no Teatro de Santa Isabel Compartilhe nas redes sociaisFacebookTwitterGoogle+ ...
Leia Mais
/ Notícias

Na palma da mão: Conservatório Pernambucano de Música lança aplicativo

Na palma da mão: Conservatório Pernambucano de Música lança aplicativo Compartilhe nas redes sociaisFacebookTwitterGoogle+ ...
Leia Mais
/ Notícias

Confira a agenda de Setembro

Confira a agenda de Setembro Compartilhe nas redes sociaisFacebookTwitterGoogle+ ...
Leia Mais
/ Eventos

Conservatório Pernambucano de Música encerra comemoração dos 89 anos com concerto erudito

Conservatório Pernambucano de Música encerra comemoração dos 89 anos com concerto erudito Compartilhe nas redes sociaisFacebookTwitterGoogle+ ...
Leia Mais
/ Notícias