CPM encerra 3ª edição do Encontro pernambucano da prática instrumental do Frevo

CPM encerra 3ª edição do Encontro Pernambucano da Prática Instrumental do Frevo
Para encerrar a programação do III Encontro Pernambucano da Prática Instrumental do Frevo, o Conservatório Pernambucano de Música (CPM) promoveu uma mesa redonda para debater os Caminhos do Frevo – passado, presente e futuro. Na mesa estavam grandes mestres da velha e nova geração como Getúlio Cavalcanti, Jota Michiles, Maestro Ademar Araújo, Maestro Spok, Henrique Albino, Marcos FM, Edson Rodrigues e André Freitas, este último representando o Paço do Frevo.  O professor Leonardo Saldanha mediou o debate.

Imagens: Gil Menezes

Foram abordados temas como as gerações passadas da música popular pernambucana e o que nos aguarda neste quesito, processo de criação das letras e melodias, grandes festivais que eram realizados nas décadas 60 e 70, assim como a falta de investimento na cultura pernambucana de raiz. Para o professor Nino, idealizador do projeto, estes debates são valiosos para o aprimoramento e divulgação do ritmo. “O frevo vem perdendo espaço para produções que podemos chamar de ‘empacotadas para consumo’ na mídia e este evento é um meio de buscar alternativas, caminhos propriamente falando, para inflamar e divulgar este tipo de debate”, conta o professor.

Para o compositor Jota Michiles, falta a apropriação da cultura pernambucana quando o assunto é frevo. “Somos donos de uma diversidade cultural que nenhuma outra terra tem. O próprio frevo tem mais de uma modalidade: o frevo de rua, o de bloco e o canção. É preciso despertar na nova geração o sentimento de pernambucanidade para que a nossa cultura seja valorizada”, comenta.

Diego Rocha tem 36 anos, estuda o ritmo e participou de todas as atividades realizadas nesta semana. “Sou apaixonado pelo frevo, pela cultura pernambucana. Também toco maracatu e capoeira, o que me trouxe aqui foi a chance de aprender mais. Admiro muito o trabalho de Getúlio Cavalcanti, Maestro Spok e maestro Edson Rodrigues. Estou feliz por vê-los”, comenta o estudante.

Além da mesa redonda, o último dia de programação da 3ª edição do Encontro pernambucano da prática instrumental do Frevo contou também com oficinas e uma apresentação da Orquestra do maestro Duda.

Compartilhe nas redes sociais

LEIA MAIS

Bandas de PE passa por Sairé com oficinas de música

Bandas de PE passa por Sairé com oficinas de música ...
Leia Mais
/ Notícias

Conservatório Pernambucano de Música celebra 87 anos no Teatro Santa Isabel

Conservatório Pernambucano de Música celebra 87 anos no Teatro Santa Isabel ...
Leia Mais
/ Notícias

CPM encerra 3ª edição do Encontro pernambucano da prática instrumental do Frevo

CPM encerra 3ª edição do Encontro Pernambucano da Prática Instrumental do Frevo Para encerrar a programação do III Encontro Pernambucano ...
Leia Mais
/ Notícias

Shows e lançamento de livro marcam a terceira noite do III Encontro Pernambucano da Prática Instrumental do Frevo

Shows e lançamento de livro marcam a terceira noite do III Encontro Pernambucano da Prática Instrumental do Frevo ...
Leia Mais
/ Notícias