Programa Orquestrando Pernambuco atenderá 150 jovens de comunidades carentes

Programa Orquestrando Pernambuco atenderá 150 jovens de comunidades carentes

Roberta FrancineTransformar jovens de comunidades carentes em músicos profissionais e estimular a formação de novas orquestras pernambucanas são alguns dos objetivos do novo programa do Conservatório Pernambucano de Música (CPM), Orquestrando Pernambuco – Sistema de Orquestras para Todos. O programa será lançado dia 26 de junho, às 11h, no auditório da Instituição e contará com a presença de autoridades, profissionais da área, alunos e representantes das comunidades contempladas pelo programa.A expectativa do programa é atender 150 crianças e jovens, inicialmente, nas comunidades: Brasília Teimosa, através da Associação Comunitária de Comunicação e Cultura de Brasília Teimosa; Coelhos, na Organização de Auxílio Fraterno; e Santo Amaro, no Centro da Juventude. “Pretendemos dar a esses jovens a chance de serem incluídos num programa que vai desde o resgate dos jovens carentes para a inclusão no meio musical, até o mercado de trabalho, quando poderão ingressar em orquestras sinfônicas”, explica o presidente do CPM, Sidor Hulak, informando que a ação pretende não só sensibilizar os jovens, mas também a família e a comunidade em geral.Para o programa foram designados seis professores. “Esses músicos que atualmente são spallas da Orquestra Sinfônica Jovem ministrarão oficinas de cordas friccionadas envolvendo o violino, a viola e o violoncelo, além da oficina de coro para os adolescentes que têm aptidão para o canto”, explica Sidor, lembrando ainda sobre as aulas de teclado, base teórica e solfejo (cantar a nota) que também fazem parte do programa.No Orquestrando Pernambuco haverá três momentos. O primeiro envolve a produção de oficinas nas comunidades com os jovens e em paralelo o desenvolvimento de ações que estimulem o estudo de cordas friccionadas no interior. “Em princípio, para essa ação, já formamos um convênio com o município de Afogados da Ingazeira, mas pretendemos estender esse convênio com outros do interior pernambucano”, informa o presidente.O segundo momento é o “CPM de Todos”. As portas da instituição são abertas para todos que fazem parte do Programa e que estão se destacando na área musical e de canto. “Nessa fase o CPM irá absolver os melhores alunos e dará um acompanhamento pessoal e específico”, informa Hulak. Participarão dessa fase professores renomados como Alexandre Casado, da Bahia e Fábio Presgrave, do Rio Grande do Norte, ambos violoncelistas e o contra-baixista, Luciano Carneiro, da Paraíba. O final dessa fase o aluno terá a oportunidade de fazer parte da Orquestra Sinfônica Jovem, do CPM, o ponta-pé inicial para o mercado de trabalho.Nessa fase os alunos passarão pelas turmas de orquestras: Acadêmica, que faz parte da grade curricular; a Juvenil, que prepara os alunos para a Orquestra Sinfônica Jovem; e a Jovem, quando o aluno faz parte da equipe participando das turnês e começa a receber cachê pelo trabalho executado.

Compartilhe nas redes sociais

LEIA MAIS

Espetáculo “Musicais” encanta plateia no Teatro de Santa Isabel

Espetáculo “Musicais” encanta plateia no Teatro de Santa Isabel Compartilhe nas redes sociaisFacebookTwitterGoogle+ ...
Leia Mais
/ Notícias

Na palma da mão: Conservatório Pernambucano de Música lança aplicativo

Na palma da mão: Conservatório Pernambucano de Música lança aplicativo Compartilhe nas redes sociaisFacebookTwitterGoogle+ ...
Leia Mais
/ Notícias

Confira a agenda de Setembro

Confira a agenda de Setembro Compartilhe nas redes sociaisFacebookTwitterGoogle+ ...
Leia Mais
/ Eventos

Conservatório Pernambucano de Música encerra comemoração dos 89 anos com concerto erudito

Conservatório Pernambucano de Música encerra comemoração dos 89 anos com concerto erudito Compartilhe nas redes sociaisFacebookTwitterGoogle+ ...
Leia Mais
/ Notícias