Programa Orquestrando Pernambuco atenderá 150 jovens de comunidades carentes

Programa Orquestrando Pernambuco atenderá 150 jovens de comunidades carentes

Roberta FrancineTransformar jovens de comunidades carentes em músicos profissionais e estimular a formação de novas orquestras pernambucanas são alguns dos objetivos do novo programa do Conservatório Pernambucano de Música (CPM), Orquestrando Pernambuco – Sistema de Orquestras para Todos. O programa será lançado dia 26 de junho, às 11h, no auditório da Instituição e contará com a presença de autoridades, profissionais da área, alunos e representantes das comunidades contempladas pelo programa.A expectativa do programa é atender 150 crianças e jovens, inicialmente, nas comunidades: Brasília Teimosa, através da Associação Comunitária de Comunicação e Cultura de Brasília Teimosa; Coelhos, na Organização de Auxílio Fraterno; e Santo Amaro, no Centro da Juventude. “Pretendemos dar a esses jovens a chance de serem incluídos num programa que vai desde o resgate dos jovens carentes para a inclusão no meio musical, até o mercado de trabalho, quando poderão ingressar em orquestras sinfônicas”, explica o presidente do CPM, Sidor Hulak, informando que a ação pretende não só sensibilizar os jovens, mas também a família e a comunidade em geral.Para o programa foram designados seis professores. “Esses músicos que atualmente são spallas da Orquestra Sinfônica Jovem ministrarão oficinas de cordas friccionadas envolvendo o violino, a viola e o violoncelo, além da oficina de coro para os adolescentes que têm aptidão para o canto”, explica Sidor, lembrando ainda sobre as aulas de teclado, base teórica e solfejo (cantar a nota) que também fazem parte do programa.No Orquestrando Pernambuco haverá três momentos. O primeiro envolve a produção de oficinas nas comunidades com os jovens e em paralelo o desenvolvimento de ações que estimulem o estudo de cordas friccionadas no interior. “Em princípio, para essa ação, já formamos um convênio com o município de Afogados da Ingazeira, mas pretendemos estender esse convênio com outros do interior pernambucano”, informa o presidente.O segundo momento é o “CPM de Todos”. As portas da instituição são abertas para todos que fazem parte do Programa e que estão se destacando na área musical e de canto. “Nessa fase o CPM irá absolver os melhores alunos e dará um acompanhamento pessoal e específico”, informa Hulak. Participarão dessa fase professores renomados como Alexandre Casado, da Bahia e Fábio Presgrave, do Rio Grande do Norte, ambos violoncelistas e o contra-baixista, Luciano Carneiro, da Paraíba. O final dessa fase o aluno terá a oportunidade de fazer parte da Orquestra Sinfônica Jovem, do CPM, o ponta-pé inicial para o mercado de trabalho.Nessa fase os alunos passarão pelas turmas de orquestras: Acadêmica, que faz parte da grade curricular; a Juvenil, que prepara os alunos para a Orquestra Sinfônica Jovem; e a Jovem, quando o aluno faz parte da equipe participando das turnês e começa a receber cachê pelo trabalho executado.

Compartilhe nas redes sociais

LEIA MAIS

Confira a agenda de Maio

Confira a agenda de Maio Compartilhe nas redes sociaisFacebookTwitterGoogle+ ...
Leia Mais
/ Eventos

Conservatório Pernambucano de Música abre seleção para cursos técnicos

Conservatório Pernambucano de Música abre seleção para cursos técnicos Compartilhe nas redes sociaisFacebookTwitterGoogle+ ...
Leia Mais
/ Notícias

Espetáculo Viva Caymmi emociona público no Teatro Santa Isabel

Espetáculo Viva Caymmi emociona público no Teatro Santa Isabel Compartilhe nas redes sociaisFacebookTwitterGoogle+ ...
Leia Mais
/ Notícias

Quarteto Encore leva música barroca ao Música no Palácio

Quarteto Encore leva música barroca ao Música no Palácio Compartilhe nas redes sociaisFacebookTwitterGoogle+ ...
Leia Mais
/ Notícias